16 de jan de 2018

Desafios que rolam por aqui no ano de 2018


Jesus, me ajuda! É tanto livro novo e tanto livro velho na estante que nem sei qual devo pegar primeiro...

Por isso, a gente tem que se valer dos desafios, para poder colocar para frente as leituras que estão aguardando ansiosas.

Esse ano tenho 4 Desafios que me nortearam para ler mais de 50 livros no ano.

No ano de 2017, consegui a marca de 57 livros, meu marido vive me enchendo, dizendo que a leitura deve ser feita por prazer, mas seguir os desafios, não quer dizer que eu não esteja lendo o que não quero, mesmo porque sou eu quem encaixo os livros em cada desafio que escolho seguir.

Já tinha combinado seguir 3 Desafios:

1 - BINGO LITERÁRIO
2 - DESAFIO LIVRADA
3 - DESAFIO DA BIBLIOTECA DE GAIA

Tinha que me apaixonar por mais um desafio? Pois é, apaixonei:

4 - DESAFIO 12 MESES LITERÁRIOS

Como não sou nada convencional, vou começar explicando do final:

DESAFIO 12 MESES LITERÁRIOS 2018

          Já montei minha TBR para todos eles:

1- Notas de Liberdade - Fred Elboni (Lendo)
2 - As violetas de Março - Sarah Jio
3 - A pequena livraria dos corações solitários - Annie Darling
4 - O Ateneu - Raul Pompéia
5 - A filha do Norte - Luísa Soresini
6 - A Poção Secreta - Amy Alward
7 - Relato de um nárfrago Gabriel Garcia Marquez (1970)
8 - Em algum lugar nas estrelas - Claire Vanderpool
9 - O doido da garrafa - Adriana Falcão
10 - A sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón
11 - O carteiro e o Poeta - Antônio Skármeta
12 - Calunga - Jorge de Lima

Estou animadíssima para participar de todos os desafios, só não sei se irei conseguir chegar inteira e com 100% na reta final. Espero que sim

DESAFIO DA BIBLIOTECA DE GAIA


Minha TBR é a seguinte:

1. Série- A Maldição do tigre – Collen Houck
2. Russo - Anna Kariênina – Lev Tolstói
3. Religioso - O Tempo esconde o que é eterno - Maria Emmir Nogueira
4. Encalhado - Calunga - Jorge de Lima
5. Fantasia - Mônica - Wagner RMS
6. Livro com +500 págs - As vinhas da ira – John Steinbeck
7. Não ficção - Diários de Sylvia Plath
8. Clássico Nacional - O Risco do Bordado - Autran Dourado
9. Biografia - Minha vida de menina – Helena Morley
10. Nobel de Literatura- As rãs - Mo Yan
11. Triste- Dançando sobre cacos de vidro -  Ka Hancock
12. Período Político- O carteiro e o poeta- Antônio Skártema
13. Jabuti- Relato de um certo oriente – Milton Hatoum
14. Norueguês- A garota das Laranjas - Josten Garden
15. Terror- A filha do Norte – Luísa Soresini
16- Itália- Quatro estações em Roma - Anthony Doerr
17. Autora premiada - As meninas - Lygia Fagundes Telles (1974)
18. Ficção Científica- O fim da eternidade - Isaac Asimov
19. Engraçado- O doido da garrafa - Adriana Falcão
20. Holocausto Brasileiro – Daniela Arbex – Escolhido pela Cíntia

Esse também é um desafio do coração









DESAFIO LIVRADA - ESSE É PESOOOO


TBR do LIVRADA 2018:

1. Um livro de poesia nacional contemporânea: Escritos ao Sol – Adriano Espínola
2. Uma distopia: O conto da Aia – Magareth Atwood
3. Um livro de abordagem metafísica: A cruz e o punhal – David Wilkerson  
4. Um livro de história: Guerra Santa – Nigel Cliff
5. Um livro narrado em primeira pessoa: Minha vida de menina – Helena Morley
6.Um romance hispano-americano: Relato de um náufrago – Garcia Marquez
7. Um livro experimental: Mrs. Dalloway – Virgínia Woolf
8. Um livro com título impactante: A Sombra do vento – Carlos Ruiz Zafón
9. Um livro ilustrado: Aika – A Canção dos Cinco – Lúcia Lemos
10. Um livro que se passa num país sobre o qual você não conhece nada: O fio das missangas – Mia Couto
11. Um livro contemporâneo a si mesmo: Os diários de Sylvia Plath
12. Um livro que foi lançado no ano que você nasceu: Relato de um náufrago – Gabo
13. Um livro sobre música: 1965 – O ano mais revolucionário da música – Andrew Grant Jackson
14. Um livro sobre um tema que você acha tabu: O jardim de cimento – Ian McEwan
15. O Obsceno Pássaro da Noite - José Donoso – Escolhido pelo Yuri.

BINGO LITERÁRIO

Esse foi o primeiro desafio que abracei assim que comecei, ou recomecei a devorar livros, muito querido para mim!

1. Autor que nunca leu: Escritos ao Sol – Adriano Espínola
2. Autor Nacional Contemporâneo: Relato de um certo oriente – Milton Hatoum
3. Publicado em 2018: É assim que acaba - Colleen Hoover
4. Livro da Lista de mais vendidos: Lya Luft – Perdas e Ganhos
5. Apenas uma palavra no Título: Mônica – Wagner RMS
6. Aborde um tema polêmico: O jardim de cimento – Ian McEwan
7. Período da Segunda Guerra Mundial: A gruta de Calipso – Celso Gomes
8. Livro vencedor de algum prêmio: As rãs – Mo Yan
9 YA (Young Adult): A Poção Secreta – Amy Alward
10. Autor com a mesma inicial do seu nome: O doido da garrafa – Adriana Falcão
11. HQ/Mangá: O cão que guarda as estrelas – Takashi Murakami
12. Último livro de trilogia ou série: A promessa do Tigre – Collen Houck
13. Bônus: A garota das Laranjas - Josten Garden
14. Livro de contos: O fio das missangas – Mia Couto
15. Publicado na década do seu nascimento: Relato de um náufrago – Garcia Marquez
16. Sci-Fi: O Homem que caiu na terra - Walter Tevis
17. Resenhado pelo seu(sua) booktuber favorito(a): O conto da Aia – Magareth Atwood
18. Encalhado na estante: Calunga - Jorge de Lima
19. Gênero fora da sua zona de conforto: O fim da eternidade - Isaac Asimov
20. Assinado por um pseudônimo: Um amor incômodo - Elena Ferrante
21. Nacionalidade que nunca leu: Os afetos - Rodrigo Hasbún (Bolívia)
22. Pessoa(s) na capa: Dançando sobre cacos de vidro - Ka Hancock
23. 1º Livro publicado pelo autor: Jóia Rara – Luís Madureira
24. Livro que abandonou: O ateneu – Raul Pompéia
25. Livro que ganhou e ainda não leu: A sombra do vento – Carlos Ruiz Zafón

Agora pense numa mulher louca de pedra, sem saber que livro pega primeiro pra ler...

Como vocês podem notar, eu repeti muitos dos livros de um desafio, no outro, para poder diminuir o número de livros e facilitar um pouco a minha vida, e mesmo assim, ainda não está nada fácil com a quantidade de calhamaços que tenho nas relações de TBRs.
E vocês? O que vão ler neste ano?
Deixa aí nos comentários o que você pensa ler e quais os desafios que está seguindo.

Grande abraço,

Drica.