16 de jan de 2018

Desafios que rolam por aqui no ano de 2018


Jesus, me ajuda! É tanto livro novo e tanto livro velho na estante que nem sei qual devo pegar primeiro...

Por isso, a gente tem que se valer dos desafios, para poder colocar para frente as leituras que estão aguardando ansiosas.

Esse ano tenho 4 Desafios que me nortearam para ler mais de 50 livros no ano.

No ano de 2017, consegui a marca de 57 livros, meu marido vive me enchendo, dizendo que a leitura deve ser feita por prazer, mas seguir os desafios, não quer dizer que eu não esteja lendo o que não quero, mesmo porque sou eu quem encaixo os livros em cada desafio que escolho seguir.

Já tinha combinado seguir 3 Desafios:

1 - BINGO LITERÁRIO
2 - DESAFIO LIVRADA
3 - DESAFIO DA BIBLIOTECA DE GAIA

Tinha que me apaixonar por mais um desafio? Pois é, apaixonei:

4 - DESAFIO 12 MESES LITERÁRIOS

Como não sou nada convencional, vou começar explicando do final:

DESAFIO 12 MESES LITERÁRIOS 2018

          Já montei minha TBR para todos eles:

1- Notas de Liberdade - Fred Elboni (Lendo)
2 - As violetas de Março - Sarah Jio
3 - A pequena livraria dos corações solitários - Annie Darling
4 - O Ateneu - Raul Pompéia
5 - A filha do Norte - Luísa Soresini
6 - A Poção Secreta - Amy Alward
7 - Relato de um nárfrago Gabriel Garcia Marquez (1970)
8 - Em algum lugar nas estrelas - Claire Vanderpool
9 - O doido da garrafa - Adriana Falcão
10 - A sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón
11 - O carteiro e o Poeta - Antônio Skármeta
12 - Calunga - Jorge de Lima

Estou animadíssima para participar de todos os desafios, só não sei se irei conseguir chegar inteira e com 100% na reta final. Espero que sim

DESAFIO DA BIBLIOTECA DE GAIA


Minha TBR é a seguinte:

1. Série- A Maldição do tigre – Collen Houck
2. Russo - Anna Kariênina – Lev Tolstói
3. Religioso - O Tempo esconde o que é eterno - Maria Emmir Nogueira
4. Encalhado - Calunga - Jorge de Lima
5. Fantasia - Mônica - Wagner RMS
6. Livro com +500 págs - As vinhas da ira – John Steinbeck
7. Não ficção - Diários de Sylvia Plath
8. Clássico Nacional - O Risco do Bordado - Autran Dourado
9. Biografia - Minha vida de menina – Helena Morley
10. Nobel de Literatura- As rãs - Mo Yan
11. Triste- Dançando sobre cacos de vidro -  Ka Hancock
12. Período Político- O carteiro e o poeta- Antônio Skártema
13. Jabuti- Relato de um certo oriente – Milton Hatoum
14. Norueguês- A garota das Laranjas - Josten Garden
15. Terror- A filha do Norte – Luísa Soresini
16- Itália- Quatro estações em Roma - Anthony Doerr
17. Autora premiada - As meninas - Lygia Fagundes Telles (1974)
18. Ficção Científica- O fim da eternidade - Isaac Asimov
19. Engraçado- O doido da garrafa - Adriana Falcão
20. Holocausto Brasileiro – Daniela Arbex – Escolhido pela Cíntia

Esse também é um desafio do coração









DESAFIO LIVRADA - ESSE É PESOOOO


TBR do LIVRADA 2018:

1. Um livro de poesia nacional contemporânea: Escritos ao Sol – Adriano Espínola
2. Uma distopia: O conto da Aia – Magareth Atwood
3. Um livro de abordagem metafísica: A cruz e o punhal – David Wilkerson  
4. Um livro de história: Guerra Santa – Nigel Cliff
5. Um livro narrado em primeira pessoa: Minha vida de menina – Helena Morley
6.Um romance hispano-americano: Relato de um náufrago – Garcia Marquez
7. Um livro experimental: Mrs. Dalloway – Virgínia Woolf
8. Um livro com título impactante: A Sombra do vento – Carlos Ruiz Zafón
9. Um livro ilustrado: Aika – A Canção dos Cinco – Lúcia Lemos
10. Um livro que se passa num país sobre o qual você não conhece nada: O fio das missangas – Mia Couto
11. Um livro contemporâneo a si mesmo: Os diários de Sylvia Plath
12. Um livro que foi lançado no ano que você nasceu: Relato de um náufrago – Gabo
13. Um livro sobre música: 1965 – O ano mais revolucionário da música – Andrew Grant Jackson
14. Um livro sobre um tema que você acha tabu: O jardim de cimento – Ian McEwan
15. O Obsceno Pássaro da Noite - José Donoso – Escolhido pelo Yuri.

BINGO LITERÁRIO

Esse foi o primeiro desafio que abracei assim que comecei, ou recomecei a devorar livros, muito querido para mim!

1. Autor que nunca leu: Escritos ao Sol – Adriano Espínola
2. Autor Nacional Contemporâneo: Relato de um certo oriente – Milton Hatoum
3. Publicado em 2018: É assim que acaba - Colleen Hoover
4. Livro da Lista de mais vendidos: Lya Luft – Perdas e Ganhos
5. Apenas uma palavra no Título: Mônica – Wagner RMS
6. Aborde um tema polêmico: O jardim de cimento – Ian McEwan
7. Período da Segunda Guerra Mundial: A gruta de Calipso – Celso Gomes
8. Livro vencedor de algum prêmio: As rãs – Mo Yan
9 YA (Young Adult): A Poção Secreta – Amy Alward
10. Autor com a mesma inicial do seu nome: O doido da garrafa – Adriana Falcão
11. HQ/Mangá: O cão que guarda as estrelas – Takashi Murakami
12. Último livro de trilogia ou série: A promessa do Tigre – Collen Houck
13. Bônus: A garota das Laranjas - Josten Garden
14. Livro de contos: O fio das missangas – Mia Couto
15. Publicado na década do seu nascimento: Relato de um náufrago – Garcia Marquez
16. Sci-Fi: O Homem que caiu na terra - Walter Tevis
17. Resenhado pelo seu(sua) booktuber favorito(a): O conto da Aia – Magareth Atwood
18. Encalhado na estante: Calunga - Jorge de Lima
19. Gênero fora da sua zona de conforto: O fim da eternidade - Isaac Asimov
20. Assinado por um pseudônimo: Um amor incômodo - Elena Ferrante
21. Nacionalidade que nunca leu: Os afetos - Rodrigo Hasbún (Bolívia)
22. Pessoa(s) na capa: Dançando sobre cacos de vidro - Ka Hancock
23. 1º Livro publicado pelo autor: Jóia Rara – Luís Madureira
24. Livro que abandonou: O ateneu – Raul Pompéia
25. Livro que ganhou e ainda não leu: A sombra do vento – Carlos Ruiz Zafón

Agora pense numa mulher louca de pedra, sem saber que livro pega primeiro pra ler...

Como vocês podem notar, eu repeti muitos dos livros de um desafio, no outro, para poder diminuir o número de livros e facilitar um pouco a minha vida, e mesmo assim, ainda não está nada fácil com a quantidade de calhamaços que tenho nas relações de TBRs.
E vocês? O que vão ler neste ano?
Deixa aí nos comentários o que você pensa ler e quais os desafios que está seguindo.

Grande abraço,

Drica.



28 de dez de 2017

Um Cântico de Natal - Charles Dickens - Leitura Compartilhada

Tìtulo: Um Conto de Natal
Autor: Charles Dickens
Ano: 2003 / Páginas: 146
Idioma: português
Editora: L&PM
Classificação: ✰✰✰✰✰

Sinopse:
"Um Conto de Natal" do britânico Charles Dickens (1812-1870) é uma das histórias mais famosas da literatura ocidental. O enredo nos traz a figura de Ebenezer Scrooge, um avarento homem de negócios londrino, rabugento e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Scrooge não deixa que ninguém se aproxime e rompa a sua dura carapaça, preocupando-se apenas com os negócios, o dinheiro e os lucros. No anoitecer frio da véspera natalina, ele é visitado pelo fantasma de Jacob Marley (seu antigo sócio comercial, morto há sete anos) que o repreende e anuncia que Scrooge se prepare, pois será visitado por três espectros do seu próprio passado, presente e futuro... A história da redenção do velho Scrooge vêm comovendo adultos e crianças de todas as épocas.

A história foi escrita entre outubro e novembro de 1843, para ser publicada em capítulos de jornal, com ilustrações de John Leech, em dezembro do mesmo ano. O enredo é familiar a todos: foi filmado várias vezes e televisionado; adaptado para o teatro e para crianças. Transformado em desenho animado e HQs. A figura e o personagem de Scrooge teve vários descendentes literários, um dos mais célebres é o Tio Patinhas de Walt Disney: "Uncle Scrooge McDuck" em inglês.

❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆

Quem nunca ouviu falar em Tio Patinhas, um dos mais conhecidos personagens da Disney? Pois é, eu passei minha vida toda lendo quadrinhos da Disney e acompanhando a vida desse velho rico e rabugento, além de pão-duro incorrigível! Vim descobrir nessa leitura compartilhada a origem de sua história.
Como foi lido na sinopse acima, Scrooge é um velho pão-duro e rabugento que vive um Natal como tantos outros em sua vida, um Natal cinzento e frio, semelhante ao seu próprio coração que se esvaziou dos sentimentos mais nobres para dar lugar à avareza e à solidão do homem que tem todas as coisas e ao mesmo tempo não possui muito mais do que apenas dinheiro.
Dickens cria uma história envolvente e cheia de suspense que começa com a visita inusitada do sócio do Scrooge, falecido há 7 anos.
Na sequência, ele recebe nessa mesma noite, a visita de outros 3 espíritos que vão tentar lhe abrir os olhos para o tipo de vida que escolheu e aonde pode levá-lo!
Eu nunca li Dickens, pelo menos que me lembre, mas fiquei apaixonada por este conto, tanto, que mesmo fazendo a leitura no Kindle, fiz  questão de adquirir dois exemplares do livro físico.
 Essa, foi uma leitura compartilhada com uma turma muito boa, um Clube de Leitura idealizado pela Cíntia, do Canal Biblioteca de Gaia e da Leila Cardoso, do canal Livros & Scraps. Já havíamos feito outras leitura, mas essa, foi especial e fortaleceu nossos laços de amizade literária, tanto, que já estamos planejando o novo ano de 2018 com outra leitura muito aguardada por todos. Hoje, somos em número de 17 leitores e fico muito feliz em participar dessa turma!

Se você ainda não leu Um Cântico de Natal do Dickens, convido você a ler e se deliciar com essa obra magnífica que parece uma história infantil e despretensiosa, mas que tem muito mais a falar do que apenas o que está impresso nas letras.
Vamos ler mais em 2018? Vem com a gente. Abaixo, deixo os links e canais das pessoas que estão participando do grupo. Sejam bem-vindos!

Grande Abraço!

Feliz Natal!

Feliz Ano Novo!

Drica.


❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆❆

*Links de Canais, Blogs e outros*


*- Adelia - Adéia Leu -  
@cintiaglins

*- Drica - Livros e Ideias da Drica http://testelivroseideias.blogspot.com.br/
 @dricatatu

*- Lígia - @lygiambrosio

*- Renata-* @renatasjcsilva

*- Rosiane -

*- Trisha - Reticências Blog -  
@relivrando

*- Shirley - 1000 Vidas, Ler e Reverberar -  
https://www.youtube.com/channel/UCfaxW986eVIcmUgM66XNsQg
@leilacardoso

*- Nadia - @nadiasrodrigues

*- Sarah -
*- Adriana - @resuminuto

*- Bruno Luiz - Mundo das Leituras -  

*- Meiryellen -  @meiriellennascimento

14 de dez de 2017

Paris para dois um - Jojo Moyes - Resenha

Título: Paris para dois um
Autor(a): Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Nº de Páginas: 240
Gênero: Contos
Classificação: ✰✰✰✰✰













Apesar de já ter assistido uma adaptação de um de seus romances para o cinema, nunca tinha lido um livro da Jojo, e acredito que isso foi um pecado muito grave! Que grata surpresa foi encontrar esse livro e ficar muito interessada na história. Fiz um planejamento e li em 9 etapas.

Ele é um livro de contos que apresenta relacionamentos um tanto quanto conturbados que acabam sofrendo grandes abalos quando submetidos a uma visita a Paris.

O primeiro conto é o carro-chefe e o melhor de todos. Eu posso dizer que fui a uma boa parte dos locais legais de Paris sem tirar os pés de minha casa (rsrsrs), pois Nell e Fabien me apresentaram à cidade e brindaram-me com uma linda e envolvente história romântica. Concluo a leitura da história dos dois com a sensação de que todas as mulheres, independente da idade, gostariam de fazer parte destas páginas.

Os contos seguintes vão apresentar casamentos, em que o cenário de lua-de-mel se passa na Cidade Luz.

A escrita é super fluida e por vezes, muito bem humorada, mas que nos faz refletir sobre o que se pode esperar de um relacionamento a partir de como se inicia.

Finalizo a leitura com um grato gostinho de quero mais...

Grande abraço,

Drica.

4 de dez de 2017

A Culpa é das Estrelas - John Green - Resenha


A Culpa é das Estrelas
John Green
Editora: Intrínseca
Nº de Páginas: 288
Gênero: Romance
Classificação: ✰✰✰✰

Qual é a diferença entre alcançar os 100 anos e morrer aos 18? Se vamos todos morrer um dia, qual a vantagem de se prolongar o tempo por aqui, se não for para fazer a diferença na vida das pessoas?

É estranho pensar que a gente está morrendo, mesmo quando parece que precisamos de uma eternidade para entender ou aprender tantas coisas. Hazel Grace parece não entender a razão, mas sabe lidar com isso de uma maneira consideravelmente confortável. Gus, também parece estar tranquilo a respeito dessas coisas, mas quais são os medos reais vivenciados por cada um deles?

Nesse romance fofo que muitos disseram ter chorado litros, eu não consegui verter uma lágrima, pois esse livro não me fez chorar, mas sonhar em ir conhecer as estrelas. Amei cada pedacinho dele, porque os personagens não se fixaram na doença e nas suas complicações e consequências, mas voaram alto e mostraram que independente do tempo que se tenha é possível realizar sonhos e viver intensamente, mais até do que os que vivem 100 anos e nesse processo, não conseguem descobrir onde se esconde o sentido de suas vidas.

Dois pontos me encantam nesse romance: Um encontro aproxima jovens com doenças graves e um livro os une num propósito que torna a história uma delícia, apesar de todos os desencontros. Uma viagem quase impensável se realiza e traz magia aonde só esperávamos dor!


A diferença é viver de uma forma infinita...

Se você ainda não conhece essa história, venha sonhar com esse casal lindo e cheio de força interior. Hazel e Gus sabem exatamente o que podem esperar da vida e por isso, não temem a morte...

Grande abraço,

Drica.

30 de nov de 2017

O RETRATO DE DORIAN GRAY - Leitura Compartilhada #2.

Título: O Retrato de Dorian Gray
Autor: Oscar Wilde
Editora: Martin Claret
N° de Páginas: 215
Gênero: Suspense/Mistério
Classificação: 🌟🌟🌟







A primeira leitura compartilhada com essa turma foi muito boa e continuamos juntos, algumas pessoas saíram, mas quem ficou, engatou uma segunda leitura que foi bem cheia de altos e baixos por causa da obra escolhida - O Retrato de Dorian Gray, do escritor Oscar Wilde.
Oscar Fingal O’Flahertie Wills Wilde, um dos mais importantes escritores do século XIX, nascido em 1854, na Irlanda, escreveu esse romance que foi publicado pela primeira vez em 1890, um escândalo para a sociedade daquela época, tanto, que foi censurado e o autor teve que fazer algumas alterações que amenizassem o seu teor.
A obra fala sobre a beleza extrema de seu personagem principal, Dorian, que a todos fascinava e que foi retratada na pintura de um renomado pintor chamado Basil Hallward. A partir desse acontecimento, combinado com a apresentação de Dorian a um amigo de Basil, o Lorde Henry, a história toma um rumo totalmente inesperado.
Não gosto de falar muito sobre a história dos livros resenhados para não tirar o gosto de quem vai ler pela primeira vez, mas o que posso dizer é que a linguagem é muito poética, sem ser chata, ainda que possa parecer maçante em alguns capítulos, mas que não atrapalha a leitura em si.
A liberdade é o campo aonde se encontra o pecado e a maldade. Quando não existe nada capaz de conter, um desejo que seja, é nesse campo que se esconde o mal.
O primeiro pecado com o qual Dorian se depara, antes mesmo de iniciar a história do livro é a idolatria a si mesmo, à sua beleza e a impressão de que pode fazer tudo sem ter que dar satisfação de nada a ninguém.
Na verdade, essa é uma falsa liberdade, capaz de destruir toda a inocência de qualquer alma nobre. Foi isso que Dorian descobriu depois de se levar pelas palavras de Lorde Henry e cometer tantas loucuras; descobriu que o homem precisa de limites para estar em paz com sua alma. Depois do pecado cometido, não se pode mais voltar atrás sem guardar em si o sabor amargo de não ter escolhido um bom caminho, uma boa atitude. E, ainda que a beleza física faça a festa e conquiste a muitos, a podridão que esconde por dentro não lhe permite encontrar o descanso.
O conto inteiro é um manual de como não se deve viver, ou o que devemos evitar para sermos realmente felizes. Pois a juventude eterna e a riqueza material não é capaz de produzir a felicidade verdadeira.
Esse é o teor do livro. Leitura curta, mas de muita profundidade.
Particularmente, eu detestei o Dorian, mas ele foi magnífico no seu papel. Faz-nos refletir em muito do que a gente vê na sociedade atual que se cobre de beleza e riqueza, mas que é podre por dentro e que tenta mostrar, ou passar uma verdade que não existe e que continua cegando a muitos.
Uma excelente leitura.

Grande abraço,

Drica.

Deixo abaixo, os links de algumas das pessoas que leram o livro nessa Leitura Compartilhada e que fizeram a resenha do livro de uma forma muito completa:



A Biblioteca de Gaia (Cíntia) : https://youtu.be/4hdkQey91Pc
Mundo das leituras (Bruno): https://youtu.be/x_OMAaKDo9s
Leila Cardoso - Livros & Scrap: https://youtu.be/MRiha4ZpHaE
Reticências Blog (Trisha): https://www.youtube.com/channel/UC93U...
Resuminuto (Adriana Tavares): https://www.instagram.com/resuminuto/